h1

Arrogância + Ilusão = Corinthians campeão

02/07/2009

Arrogância e ilusão.

Os dois grandes pecados do Inter.

Celso Roth caiu ao perder Gre-Nal, Campeonato Gaúcho veio com goleada de oito gols.

O Colorado passou a achar que o Brasil se resumia ao Rio Grande do Sul.

Se iludiu com o baixíssimo nível do torneio regional.

Se tornou arrogante graças ao futebol apresentado contra adversários sem nenhuma expressão.

E contra eles era feito todo o marketing em cima da equipe, que a imprensa espalhava aos quatro ventos e que o torcedor sabia de cor. Números e mais números que faziam do Inter o “melhor time do Brasil”.

Que números estão agora na cabeça do torcedor?

Quatro, número de gols levados nos dois jogos da final?

Dez, número da camisa do desequilibrado e nulo D’Alessandro, cuja expulsão acabou também com as chances do time?

Zero, número de títulos importantes conquistados pelo clube em seu centenário?

Contra o Flamengo, já havia mostrado tratar-se mais de fábula que de futebol.

O rubro-negro foi melhor em campo no Beira-Rio e só não levou a vaga por falha do goleiro Bruno no finzinho do jogo.

Contra o Coritiba, sufoco.

Faltou apenas um gol em casa ao time paranaense.

Mas ninguém queria enxergar.

Afinal de contas, o Internacional era invencível.

“Eu não acredito, tenho certeza”

Na cabeça dos colorados, os jogadores do Internacional são super-heróis, cada qual com diferentes superpoderes, músicas-tema e adversários a serem batidos como vilões.

Faltou convidar o Corinthians para participar da brincadeira.

Com seriedade e futebol, o time paulista botou os gaúchos em seu lugar.

E seu lugar poderia até ser o posto de Campeão da Copa do Brasil, não tivesse a diretoria colorada acreditado de forma desprecavida na mágica do time e se enchido também de ilusão e arrogância.

O DVD com erros de arbitragem foi apenas um patético último ato de desespero de dirigentes estupefatos com o fato de que seu time não era um esquadrão imbátivel.

Custou caro.

Humildade gauchada, humildade…

E finalmente, o centenário corintiano começa amanhã.

Pra encerrar, não vou postar o vídeo com os melhores momentos do jogo, isso já vai passar em toda rede de televisão pelos próximos dezenove mil dias. Deixo um registro espetacular de profissionalismo da Rede Bandeirantes. Ou apenas um bom motivo para assistir a jogos de futebol com o som do rádio:

Anúncios

4 comentários

  1. Acho que o grande erro do Inter foi trocar de cor antes de entrar em campo. Deveriam ter ido de vermelho mesmo, não de amarelo.

    E já faz um bom tempo que eles não jogam bem mesmo. Quando ganharam do Flamengo já estavam em decadência. Por isso mesmo acho que a grande burrada foi a inversão de papéis na hora de priorizar os torneios: o Brasileiro, que é importante, jogaram com os reservas e a Recopa, que não vale nada, com os titulares. Desgastaram o time à toa. E ainda abriram mão da tradicional camisa vermelha na final.

    O DVD do Fernando Carvalho foi apenas a cereja no bolo de uma trajetória regada à buraldice.

    Mas BUÁ, tchê!


  2. Ótimo texto, cara!

    Traduziu bem a atitude totalmente insana dessa torcida que vai na onda de um VICE-presidente bundão e chorão!


  3. eu sabia esse time do inter não é de nada, só foi markenting, não adianta gastar vela com defunto

    Hahahahahaha, isso aí…


  4. agora o conrinthians dá gosto de ver ! Se não fosse flamenguista…



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: