Archive for 20 de agosto de 2009

h1

Adriano volta a ser convocado por Dunga

20/08/2009

Adriano, o artilheiro do Campeonato Brasileiro(ao lado de Marcelinho Paraíba do Coritiba e Val Baiano do Barueri) voltou a ser convocado para o Selecionado de Dunga.

Não sei se merece. Sim, vem jogando muita bola. Sobra dentro de campo e é melhor que o Tardelli, de quem tomou a vaga. Mas particularmente, como flamenguista, ando meio emputecido com os gols perdidos do atacante. Se ele tivesse um aproveitamento melhor das finalizações, aí sim seria uma convocação merecidíssima.

Não que eu ache que eles esteja devendo. Como já disse, tá jogando muito. Mas quando o time perde pontos importante porque, cara a cara com o goleiro, o Imperador não bota a bola pra dentro, me dá muita raiva.

No mais, bom pra ele. É legal ver um flamenguista de criação jogando pelo Brasil, ainda mais atuando pelo Flamengo. Se o Kléberson tivesse bom(fisicamente, óbvio) seriam dois jogadores do Flamengo. Motivo de orgulho? Nem tanto, já que foi-se o tempo em que a gente ficava feliz em ver jogador dos nossos clubes representando o Brasil. Hoje a gente só fica checando na tabela quantos jogos ele vai perder no Brasileirão…

A lista completa:

GOLEIROS
Julio César – Inter de Milão

Victor – Grêmio

LATERAIS
Daniel Alves – Barcelona

André Santos – Fenerbahçe

Maicon – Inter de Milão

Filipe Luís – La Coruña

ZAGUEIROS
Lúcio – Inter de Milão

Juan – Roma

Luisão – Benfica

Miranda – São Paulo

MEIAS
Felipe Melo – Juventus

Elano – Galatasaray

GIlberto Silva – Panathinaikos

Josué – Wolfsburg

Julio Baptista – Roma

Kaká – Real Madrid

Lucas – Liverpool

Ramires – Benfica

ATACANTES
Robinho – Manchester City

Adriano – Flamengo

Luis Fabiano – Sevilla

Nilmar – Villarreal

Retirado do globo.com

h1

Santo André apaga o Fogo e bota no do alvinegro carioca

20/08/2009

Que vexame!

Mais um para a coleção de fiascos do Botafogo no ano.

Mais uma vez, o alvinegro carioca está perto da Zona de Rebaixamento. Perdeu para o Santo André por 2 a 1. Em casa.

Por que o time vai sempre tão mal jogando no Engenhão? O Santo André é um time muito fraco, que deveria, este sim, brigar pra não cair. Mas o Botafogo sempre se supera e às vezes apronta, passando a perna nos adversários. Pena que dessa vez foi para o pior…

No começo do campeonato eu já tinha escrito que o Botafogo seria rebaixado. Mudei de opinião depois que o time deu uma reagida, afinal tem times piores no campeonato, mas será mesmo que o Fogão não cai?

O time é muito ruim. Os poucos jogadores que fazem alguma coisa, estão completamente omissos. Vão esperar que quem salve a lavoura, o Jônatas?

O grande problema é que o Botafogo se apequenou dentro de seu próprio universo.

Em 2007, montou um bom time, aquele treinado pelo Cuca, que tinha Zé Roberto, Lúcio Flávio, Túlio, Luciano Almeida, Jorge Henrique e Dodô. Era um time ofensivo e de bom toque de bola, muito bem armado.

O Botafogo sobrou em cima dos timecos do Campeonato Carioca e a afobada imprensa pagou o maior pau para “o time que joga o futebol mais bonito do Brasil”. Aí, o problema: o Botafogo acreditou. E achou que era a maior maravilha da humanidade desde o lançamento do Viagra.

Quando o Flamengo venceu o Carioca de 2007 nos pênaltis, o Botafogo não sofreu uma derrota. Levou um baque inesperado, um verdadeiro choque. “Como foi que a máquina alvinegra perdeu o título?”. Ao invés de acordar pra realidade – de que o “carrossel” nada mais era do que um time muito bem arrumado de jogadores razoáveis em boa fase – o Botafogo continuou sonhando e considerou a derrota apenas um acidente de percurso.

Assim, o time começou pilhado o Brasileirão e fazia uma campanha brilhante até perder em casa para o São Paulo, no jogo mais icônico do campeonato. Depois disso, faltou perna. O time tinha um banco fraquíssimo, se desesperou após os resultados negativos e não conseguiu nem a vaga para a Libertadores. Mas logo o carrossel?

Ao invés de mexer no time enquanto havia tempo, os dirigentes continuavam achando que tinham um timaço em mãos. Perdiam? O futebol é que estava errado. Em pouco tempo, essa filosofia apequenou o Botafogo.

Faltou humildade aos diretores do clube da Estrela Solitária. Ao invés de assumirem as falhas de equipe, seguiram se enganando no fraco Campeonato Carioca sem enxergar o óbvio. Se o Flamengo, que venceu o torneio nos últimos três anos – em cima do Botafogo, ressalte-se – não apresenta uma equipe em nível de brigar pelo título brasileiro, o que esperar do tri-vice Botafogo?

Quando o torcedor acordou, o time já era essa lástima que está hoje. E não aprendeu. Segue sempre atrás de Juninho, Lúcio Flávio, André Lima quando as coisas vão mal. O passado recente do Glorioso não justifica o investimento nesses jogadores. Valeu a pena vender o melhor jogador do time?

O futebol carioca passa pelo seu pior momento.

O Flamengo tem um bom time que muitas vezes falha, o Botafogo tem um time ruim que as vezes joga bem e o Fluminense é uma falha completa.

O Botafogo chegou a mostrar fôlego e competência pra contornar essa situação faz alguns anos, mas não conseguiu levar adiante o bom trabalho.

Ainda dá tempo, mas o futuro é temeroso.

h1

Hoje tem Flamengo x Cruzeiro

20/08/2009

O Flamengo recebe o Cruzeiro hoje em busca da vaga na Libertadores 2010. Porque o título, já era.

Para vencer o Brasileirão, o Flamengo teria que fazer uma campanha de aproveitamento impossível, marcando cerca de 45 pontos.

Tenho forte predileção pela fórmula de pontos corridos, mas quando chega no meio do campeonato e teu time não tem mais chance de ser campeão, dá saudades do mata-mata.

Isso também ajuda a supervalorizar a Taça Libertadores, como se fosse o único motivo relevante para um time entrar em campo, disputar o torneio sulamericano. É claro que isso é uma babaquice.

Sim, o Flamengo tem que começar a se estruturar pra chegar na metade do torneio ainda com condições de vencer. Mas isso não muda o fato de que o futebol está ficando bem chato com essa história de só a Libertadores importar. Isso vai mudar quando o Flamengo vencer o Brasileirão de novo, porque a torcida vai fazer tanta festa, tanta baderna numa comemoração histórica que as outras torcidas vão ficar na pilhade repetir e o campeonato vai ter mais peso, no final das contas.

Mas até isso acontecer ainda demora muuuuuuuuuito tempo… antes disso, tem a partida contra o Cruzeiro, a estréia do Mengão no segundo turno. O Cruzeiro vem mal, o jogo é no Maracanã… mas não dá pra dizer que o Flamengo é o favorito.

O Flamengo passou o primeiro turno inteiro sendo a mãe dos adversários, jogando pontos fora e complicando jogos fáceis. Será que vai mudar alguma coisa?

O ataque do Flamengo – principalmente Adriano – anda devendo bastante. Sim, ele vem jogando bem e marcando, mas anda perdendo muito gol na cara e foi exatamente isso que tirou a vitória do time na última rodada. Será que o Emerson vai jogar bem após(ou durante)  a novela de sua transferência para a Arábia?

Espero que meu próximo post sobre o assunto seja repleto da felicidade que só uma vitória do Mengão consegue produzir.

h1

O campeão voltou(parte 2)

20/08/2009

Foi muito previsível.

No retorno de Rogério Ceni ao SPFC, o time venceu o pré-rebaixado Fluminense.

Eu já apostava no placar e coloquei muitos jogadores do São Paulo no meu time do Cartola. E o viado do Washington não fez nada. É dose… bem que poderia ter saído um golzinho do Coração Valente.

No mais, o que dizer do São Paulo que já não foi dito nos últimos quatro anos? É o maior exemplo de profissionalismo do futebol brasileiro. Dá estrutura e condições a seus atletas.

Muricy, o tricampeão, sai depois de um desgaste natural, o time passa por uma “crise” e chega um novo técnico. Logo, os jogadores, acostumados a um ambiente vencedor de foco e cobranças, entram em campo pra jogar bola e engatam uma série de vitórias.

O torcedor tricolor que afofe bem as almofadas do sofá, porque vai ser assim por muito tempo. Porque a administração do São Paulo, mesmo tendo uma série de falhas, ainda está muito, mas muito a frente do que os outros clubes apresentam. E cara, vai demorar para que alcancem seu nível de excelência.

O clube não gasta dinheiro com contratações bestas. Sim, erra em alguns jogadores, mesmo porque é impossível todo reforço vingar, mas não joga dinheiro fora. Mas o mais importante é o modo de trabalho: o SPFC é frio, eficaz e impiedoso. Precisa fazer ponto, vai lá ganha e acabou. Próxima semana, mesma coisa. Sabe encarar o torneio como uma longa decisão em que falhas não são toleradas. E que acertos são fruto de trabalho duro, se tornando rotina.

O exato oposto desse cenário: Sport 4 x 2 Flamengo. O time carioca abriu 2 x 0 fora de casa em menos de meia hora. Tinha o jogo nas mãos. Três pontos importantíssimos que teriam feito toda a diferença para o time dentro do campeonato. Um típico resultado são paulino. O que aconteceu? Em oito minutos, o time pernambucano marcou quatro gols e humilhou o Flamengo.

Na mesma situação, o São Paulo manteria a calma, tocaria a bola e seguraria o resultado até o final da partida. Não goleia, mas também não entrega. O Flamengo se desesperou com o resultado, ficou bobo, perdeu a cabeça, perdeu o controle do jogo e entregou gols em falhas grotescas e falta de atitude. Faltou preparo. Exatamente o que sobra ao São Paulo.

Eu não tenho dúvida de que serão os campeões de 2009. Vou além, já digo que serão penta em 2010. Ano após ano, fui mudando minha percepção sobre os títulos do SPFC. Primeiro me causaram desespero, depois me causaram raiva, depois inveja e hoje me causam esperança. Porque o São Paulo é a prova que o trabalho bem feito tem resultado dentro de campo. E um quarto título talvez faça a diretoria do Flamengo acordar e perceber que lá dentro está tudo errado e que só assumindo uma postura profissional o time voltará a ser o gigante que sempre foi.

E viva o Richarlyson.

h1

Corinthians castiga o Inter. De novo.

20/08/2009

Quer ver um colorado chorar e mijar nas calças? Mostra uma foto do Jorge Henrique pra ele.

Hoje, assim como na final da Copa do Brasil, o Corinthians levou a melhor sobre o Inter no Beira-rio com direito a gol de Jorge Henrique.

O Timão continua sua caminhada e se tudo der certo abre mais uma vaga pra Libertadores. O Internacional desperdiça pontos importantes e apresenta um futebol cada vez mais decadente. Claro, segue favorito ao título, mas sabe quem não vai perder um jogo desses em casa? O São Paulo.  E aí no final do campeonato, quem é que vai ter mais pontos, o time que tremeu na base e levou MAIS UM gol do Jorge Henrique ou o time do Richarlyson?

Façam quantas piadas quiserem, é só o que vai sobrar quando Ricky levantar MAIS UMA taça de campeão brasileiro para o SPFC.