h1

Oasis acabou!

31/08/2009

Para saber como realmente foi a briga que culminou com a saída de Noel Gallagher do Oasis, clique AQUI

Agora acabou!

A notícia não é nova, aconteceu lá pela sexta-feira, após o Oasis cancelar o show no Rock En Seine, na sexta-feira. Mas esse post não é uma notícia, é um réquiem. Pra minha banda favorita de todos os tempos do mundo.

Eu havia especulado o fim do Oasis pouco antes de acontecer, nesse post aqui. E aconteceu. Na verdade, a banda não acabou. Não foi tipo “integrantes do Oasis anunciam fim da banda”. O que aconteceu foi que Noel Gallagher, o guitarrista, principal compositor e líder da banda, anunciou sua saída do grupo.

E sem Noel, o que sobra?

Tá, o Liam vem evoluindo como compositor, o Andy sempre manda música legal nos discos, blablabla. Não importa o quão democrático o Oasis tenha se tornado e quão boas sejam as músicas dos demais membros. Quando tu comprava um disco da banda, eram as  “Bag It Up” e “The Importance Of Being Idle” que faziam o grupo passar de bom para ser espetacular.

“Out Of Time” talvez seja a melhor canção não-Noel do Oasis e o Ride era sim muito legal, mas a verdade é essa.

E a saída aconteceu, quem diria, devido a desentendimentos entre os irmãos Gallagher. Segundo quem esteve lá, tudo começou com algumas cutucadas meio na brincadeira entre os dois, minutos antes de entrar no palco. Logo, o conteúdo das gracinhas começou a ficar cada vez mais pesado e os dois partiram para as vias de fato. Ou seja, saíram na porrada. Eu acho que o Liam daria uma surra no Noel(ele mesmo já tinha dito numa entrevista que o Noel era peso leve) mas briga entre irmão é meio que nem clássico de futebol, não tem favorito e tudo pode acontecer. Só que aí a galera rapidamente separou os dois, houve confusão e o Liam quebrou aquela Gibson vermelha do Noel. Acho até que a guitarra foi quebrada antes da porrada…

Aí o Noel ficou muito puto e saiu da banda. Ele fez o anúncio oficial com o seguinte comunicado:

“Dearly beloved, it is with a heavy heart and a sad face that I say this to you this morning.

As of last Friday the 28th August, I have been forced to leave the Manchester rock’n’roll pop group Oasis.

The details are not important and of too great a number to list. But I feel you have the right to know that the level of verbal and violent intimidation towards me, my family, friends and comrades has become intolerable. And the lack of support and understanding from my management and band mates has left me with no other option than to get me cape and seek pastures new.

I would like firstly to offer my apologies to them kids in Paris who’d paid money and waited all day to see us only to be let down AGAIN by the band. Apologies are probably not enough, I know, but I’m afraid it’s all I’ve got.

While I’m on the subject, I’d like to say to the good people of V Festival that experienced the same thing. Again, I can only apologise – although I don’t know why, it was nothing to do with me. I was match fit and ready to be brilliant. Alas, other people in the group weren’t up to it.

In closing I would like to thank all the Oasis fans, all over the world. The last 18 years have been truly, truly amazing (and I hate that word, but today is the one time I’ll deem it appropriate). A dream come true. I take with me glorious memories.

Now, if you’ll excuse me I have a family and a football team to indulge.

I’ll see you somewhere down the road. It’s been a fuckin’ pleasure.

Thanks very much.

Goodbye.

NG.”

E deu-se o fim de uma era. Da maior banda de rock do mundo, uma das maiores de todos os tempos. Pouca gente sabe(ou se lembra) mas o Oasis chegou muito perto de alcançar a popularidade dos Beatles(ou ao menos do U2) quando do lançamento do Be Here Now em 1997. Naquela época, para a Sony, os principais artistas da gravadora eram Michael Jackson e Oasis.

Pra se ter uma idéia do tamanho da banda no Reino Unido e de quão meteórica foi sua trajetória, o Oasis lançou seu primeiro single, “Supersonic”, em 11 de abril de 1994. Nos dias 10 e 11 de agosto de 96, apenas dois anos depois, com dois discos lançados, o Oasis quebrou o recorde de público para shows de rock em Knebworth, quando se apresentou para 250 mil fãs(quase três milhões tentaram comprar os ingressos, que se esgotaram em minutos) deixando pra trás Led Zeppelin, Queen, Pink Floyd e outras bandas históricas que se apresentaram no local.

Pra mim também pesou. Se hoje eu tenho conhecimento sobre música, se amo rock and roll, se tive uma vida feliz graças ao gênero musical mais jóia do mundo, devo tudo ao Oasis. Porque o primeiro CD que eu comprei na vida foi o Be Here Now. E antes disso, tava nem aí pra música.

Foi no Dia das Crianças de 1997. Eu já tinha 15 anos, mas naquela época ainda conseguia arrancar um trocado dosh pai pra comprar alguma bugiganga, usando como desculpa a comemoração da data. Peguei 50 pratas e fui obstinado atrás da camisa número 2 do Flamengo. Só que era muito cara aquela merda. Custava 66 reais, bem acima do meu orçamento.

Aí, passeando em busca do Manto, passei em uma loja de CD. Tinha lá o novo do Oasis. Eu mal conhecia a banda. Sabia que “Wonderwall” era deles e que a música com o clipe dos helicópteros que passava direto na MTV e no Multishow era deles também. Vinha um amigo meu aqui em casa e a gente sempre assistia. Entretanto, o que mais me chamava a atenção sobre a banda, é que alguns anos antes a FOX passou um show deles. E na propaganda a locução dizia “a banda que Paul McCartney afirma ser os sucessores dos Beatles”. Eu conhecia o Macca. Fiquei bem intrigado com aquilo “pô, os caras tem só uma música e o cara diz que são sucessores dos Beatles”

Aí fui lá e comprei o disco. 19 reais. Curioso como naquela época não tinha como baixar música de graça e CD era bem mais barato… aí ainda comprei outro CD naquele dia, mas não me encantou tanto como o do Oasis(Nimrod, do Green Day). Foi magia mesmo, cara! O Kaká pode levar as mãozinhas pro céu quantas vezes quiser, minha história com o disco do Oasis é bem mais celestial que aquelas coisas do Deuzinho fajuta dele.

Não sou do tipo emotivo. Não chorei, nem me abalei, nem ao menos fiquei todo triste. Talvez chateado. Mas muito aliviado, pois assisti em duas oportunidades o Oasis tocando ao vivo, uma em SP em 2006 e outra em Curitiba esse ano. E as duas foram espetaculares. Além disso, o Oasis passou minha vida inteira embalando bebedeiras, romances e badernas em geral e vai continuar fazendo isso com a competência de sempre.

O Liam o Andy e o Gem querem continuar com a banda. Não sei se é uma boa idéia. Eles conseguem sem dúvida, o Oasis já fez show sem o Noel. Mas foi UM show. Com os hábitos pouco cuidadosos em relação a garganta, o Liam não aguentaria uma turnê cantando todas as músicas todas as noites. E os discos iam dar vergonha… só ia valer a pena se o Liam resolvesse cantar “Don’t Look Back In Anger”, “The Masterplan” e outras que o Noel cantava.

Uma pena, uma lástima. Infelizmente, um fato. Oasis acabou, ou melhor, virou uma grande incógnita. Mas não é o que todos esperavam que fosse. Enchi esse post com uns quatro vídeos legais – dava pra botar, na boa, uns 30 – e tem o Noel tocando “Waiting For The Rapture” ali na Bitan TV. Então dá pra matar a saudade um pouquinho… o Noel parece que vai aproveitar o fim da turnê para ir pro México com a família, já que não tem mais banda mesmo. E como o Liam está reagindo? Só olhar as fotos recentes tiradas dele… de férias junto com o baixista Andy Bell:

Agradecimentos ao Oasis News, de onde eu tirei a mensagem completa do Noel, as fotos das férias do Liam e por todos os anos a serviço de quem é mad fer it.

Anúncios

3 comentários

  1. Ainda bem que essa merda acabou


  2. essa merda?? tu num tem nem noção do q tu ta falando seu bocó… essa eh a melhor banda de todos os tempos, junto com os beatles eh claro ¬¬

    Fernando Silva: hã??


  3. Essa banda se não for a melhor dos anos 90 com certeza está entre as 5 melhores…! “Meu gosto”. Se hoje ja estão falando nisso, aposto quando a oasis acabou “como todos dão valor quando morre ou acaba” foi uma das mais faladas pelo resto de hitória da música eles fizeram boa parte da história música e Influenciaram muitas bandas atuais. Oasis é uma banda que divia ser escutada por muitos jovens que só escutam só bandas atuais e feitas somente para o Marketing…!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: