h1

Flamengo Hexacampeão: algumas explicações

09/12/2009
Telão do Maracanã com a imagem que demorou 16 anos para aparecer

É hexa! É hexa! É hexacampeão!!!

O Blog do Titan volta das “férias” tiradas após o título para versar sobre a brilhante conquista do Flamengo. Afinal de contas, estivemos no Maracanã e foi preciso um tempo para descansar, curtir e assimilar a vitória.

Maraca lotado acompanha a partida

Considerações

Talvez seja fácil para aqueles que hoje tem entre 15 e 21 anos torcer cegamente e tratar o Hexa como algo certo e fácil de conquistar. Mas para aqueles que, como eu, acompanham futebol a mais de 15 anos e tem lembranças da conquista de 92, foi uma longa e interminável jornada, cheia de momentos difíceis.

Tanto tempo de espera leva a algumas reações. A mais comum dela é a superstição. “Quando o Pet fez o gol do tri, eu estava sem camisa”. Aí tu vai lá e tira a camisa pra ver todos os jogos decisivos do Flamengo desde então. Mesmo que o time eventualmente perca alguma dessas partidas, tu não consegue evitar e na próxima repete a mandinga.

Devo algumas explicações.

Durante o campeonato, escrevi vários textos raivosos criticando a postura da equipe dentro e fora de campo. Continuo assinando cada um deles e concordando com cada letra, cada palavra. O Flamengo foi apático numa boa dezena de jogos. Entretanto, reparem que não me utilizo da cornetagem como exercício livre e desembasado. Tem sempre alguma ação justificando meus argumentos e o leitor mais apurado não teve problemas para indentificá-la nos posts.

Entretanto, nas últimas semanas, reptei em diversos textos que o Flamengo não seria campeão, de forma muitas vezes gratuitas.

Nunca foi o caso de não acreditar no time. Apenas não conseguia realmente imaginar que isso fosse acontecer, parecia surreal demais. E, mais do que isso, sempre fui muito pé frio. Sempre, SEMPRE, que botei banca envolvendo o bom futebol do Flamengo, o time perdeu. Sempre. Não me arrisquei a colocar tudo a perder apenas pra brincar de ser arrogante. Essa é minha superstição.

Além disso, fui atacado por uma terrível maldição há cerca de 15 anos.

A maldição

Sempre que eu ganho ou compro a camisa de algum time de futebol, ele perde, vai mal ou encara um longo jejum de títulos.

– Em 94 ganhei a camisa oficial do Flamengo. O time quase foi rebaixado no Brasileirão.

– Em 95 foi a papagaio-vintém comemorativa do centenário. O time não conseguiu um titulozinho sequer no ano.

– Em 97 comprei a camisa 10 do Avaí, lá na Ressacada, no dia em que o time comandado pelo Jacaré venceu o Joinville e se tornou Campeão Catarinense. Depois disso, ficou 12 anos na fila e só voltou a vencer um estadual em 2009.

– Em 2005 comprei a camisa 23 do Real Madrid com o nome do Beckham, o jogador-símbolo da Era Galácticos. O time não ganhou nada e Florentino Perez, o homem que idealizou o projeto, saiu do clube.

– Em 2006 comprei a camisa do Liverpool, que comecei a cobiçar depois da maravilhosa conquista da Champions do ano anterior. O time não ganhou títulos desde então.

– Em 2006 comprei a camisa da Seleção Brasileira da Copa do Mundo com o nome do Ronaldo.

Pode ser tudo uma grande coincidência, mas a zuação dos amigos ajuda a botar na cabeça que se trata de uma terrível maldição lançada pelos deuses do futebol por algum motivo que ainda não está claro.

Aí quando, de passagem comprada e ingresso na mão, eu ganhei a camisa azul do Bruno, o que eu ia fazer? Ficar de palhaçadinha? Não. Fiquei bem quieto, na humildade, bem sereno, acompanhando o desempenho do time. E desdenhando. Aguentei até xingamentos de flamenguistas e expulsão de comunidades do orkut.

Pode parecer bobagem. Mas ninguém vai me convencer de que não funcionou. Afinal, fomos hexa.

Muitos vão dizer que superstição é coisa de bostafoguense. Isso não é problema meu. Não vou mudar.

Quando o Flamengo jogar daquela forma que jogou contra Coritiba, Avaí e Sport, vou descascar. E quando for pra exaltar, exaltarei. Algumas vezes, com bastante parcimônia.

O futuro

O futuro do Blog do Titan promete ser rico e produtivo. Já o do Flamengo…

Pra começo de conversa, 2009 já acabou. Não, melhor: 2010 já começou. O hexa ainda está sendo curtido por nós, torcedores – e será até que role a bola no primeiro jogo do Flamengo no estadual – mas a diretoria precisa começar a se mexer agora.

Patrícia Amorim é a nova presidente(a) do Flamengo.

Particularmente, desaprovei a escolha das urnas. Torcia pelo Areias. O atual cenário do futebol oferece uma série de oportunidades e mudanças que, a primeira vista, não acredito que a ex-nadadora e vereadora conseguirá identificar e acompanhar.

Os defensores podem até dizer que isso não é trabalho dela e sim daqueles que ela indicar para as determinadas funções. Isso é um erro grave. Se um mandatário não conhece o mercado que ocupa, como fiscalizar, cobrar e até mesmo entender o trabalho desenvolvido por seus indicados e seus resultados?

Pra piorar, nomes como Luiz Augusto Velloso – aquele que vendeu Djalminha e Jr. Baiano por uma merreca – e Léo Rabello, o empresário/dirigente do lado negro da força, começam a pipocar como possíveis cartolas da próxima gestão. Um gol contra olímpico, de botar inveja no Pet.

Fora, é claro, da eleita não mostrar qualquer familiaridade com futebol, finanças e mesmo com a situação caótica do clube.

A impressão que passa é que Patrícia Amorim não tem a menor idéia do que tem em mãos, apenas utilizou das artimanhas políticas que conhece bem – discurso brando e positivo, nunca profundo, divulgação da imagem, bajulação de grupos votantes e organizadas , promessas vazias – para conseguir o cargo.

O Flamengo caminhava em franca evolução. Espero que não ande pra trás.

É bom que o Twitter da candidata(@RubroNegra) continue funcionando e que ela acesse de vez em quando, porque eu vou ficar em cima, vou questionar tudo o que parecer errado e exigir explicações.

Foram 15 anos esperando por esse momento. Não vou deixar que ninguém estrague apenas porque teve o olho maior que a barriga.

É o dever de todo o flamenguista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: