Archive for 6 de janeiro de 2010

h1

Coletânea Arnold Schwarzenegger

06/01/2010
h1

Sávio acerta com o Avaí!!

06/01/2010

É engraçado como algumas coincidências acontecem ao longo da vida.

Alguns chamam de karma, de horóscopo e outras bobagens… pra mim são fatos que apenas acontecem e, de alguma forma, significam mais para algumas pessoas que para outras.

Desde que comecei a gostar de futebol, torci pra Flamengo e Avaí. Avaí é o segundo time pois sou de Florianópolis e tive a sorte de ter uma família avaina pra me afastar daquela… daquela outra coisa que tem por lá.

Assim, nos anos 90, era Flamengo na Primeira Divisão, Brasileirão, Copa do Brasil e Avaí num cenário mais regional, com o Catarinense e as divisões nacionais inferiores.

Naquela época o grande ídolo da torcida rubro-negra era Sávio. Na verdade, mesmo com Adrianos, Pets, Athirsons, Juans e Fábio Lucianos, ainda não surgiu desde então um outro jogador tão identificado com o Flamengo quanto o Anjo Louro.

Para os mais jovens pode ser estranho ler alguma coisa desse tipo, mas acredito que esse texto deixe mais claro o que Sávio representou – e ainda representa – para a Nação.

Dessa forma, mais de uma década se passou até que chegou 2009 com duas improváveis maravilhas futebolísticas: Avaí na Primeira Divisão, terminando num fantástico 6o lugar e o Flamengo se tornando hexacampeão.

E essa semana, ficou melhor ainda: Sávio acertou com o Avaí. Vai disputar o Campeonato Catarinense pelo Leão da Ilha.

15 anos após os sonhos e a torcida de infância, vou poder finalmente assistir Sávio em ação. E agora ele será o Anjo Louro da Ressacada. Para alguns, apenas um veterano buscando projeção numa equipe de médio porte. Para mim, um momento mágico de minha história pessoal no futebol.

h1

Cornetagem justificada: Everton deixa o Flamengo

06/01/2010

Faz uma semana escrevi um texto criticando o marasmo da diretoria rubro-negra em contratar jogadores e manter a palavra de realizar a manutenção da equipe hexacampeã.

Entre as críticas, alertei para a iminente saída do meia Everton.

Fui chamado de corneteiro, afinal de contas, Marcos Braz havia “garantido” a permanência do jogador no Flamengo.

O que os dirigentes rubro-negros dos últimos 15 anos fizeram – além de falir o time e quase cair para a Segunda Divisão – para ganhar uma admiração e confiança tão ferrenhas?

Everton foi embora do Flamengo. A saída do jogador foi a única novidade relevante sobre o elenco nos últimos sete dias, além de uma reportagem tapa-buraco sobre um “possível” interesse em Diego Souza – jogador que não vem para o Flamengo sob nenhuma circunstância.

Não veio o segundo atacante e muito menos o meia, maior carência da equipe.

É bom que a torcida esteja com saudades da velha “Tropa de Elite” de Joel Santana, pois quando Petkovic se machucar – ou mesmo se cansar – o meio campo rubro-negro será o velho amontoado de volantes que já conhecemos.

Internamente, é claro o desconforto entre Andrade e o Departamento de Futebol, Marcos Braz e Patrícia Amorim.

Com OLK, hexa e novos patrocinadores, 2010 prometia ser um ano espetacular para o Flamengo. Nunca, com tanto em mãos, foi feito tão pouco.

Para a Nação sobram apenas desculpas, que a cada dia soam mais como justificativa pura para INCOMPETÊNCIA.

E falando em incompetência, será que a torcida gosta muito de Ronaldo Angelim?