h1

Meu primeiro jogo do Flamengo

28/04/2010

Às vésperas de um grande jogo entre Flamengo e Corinthians me veio a lembrança do primeiro jogo do Mengão que eu assisti na vida, realmente como torcedor.

Foi pelo Campeonato Brasileiro de 1994. Eu tinha 12 anos na época. Havia acabado de me apaixonar por futebol graças à Seleção de Romário, Bebeto e Dunga que conquistou o tetra e minhas atenções – e quero dizer, as atenções da minha vida – estavam agora todas voltadas para o time rubro-negro.

Eu nunca havia acompanhando uma competição antes, então era muito emocionante ver o Flamengo disputar Campeonato Brasileiro. Ainda me lembrava da festa pela conquista do penta, dois anos antes, que fechou a Alameda, apinhada de torcedores comemorando o título. Eu não torcia, não de verdade, e não participei da festa. Mas agora isso iria mudar.

O jogo em questão foi Flamengo 5 x 2 Corinthians, no Maracanã.

Assisti na casa de um amigo, que era flamenguista. Tinha mais uns caras lá, acho que a maioria era flamenguista e tinha um q era corintiano que foi devidamente zuado, levando pogo e tudo.

Na verdade, nem o jogo mesmo a gente viu. Só o compacto da Band. Já bastou.

O Flamengo venceu com três gols de Magno, um de Sávio e um de Marcos Adriano. Naquela época, o Flamengo tinha o que se chamava de “time de garotos” pois era formado por jogadores jovens, a maioria vindo das categorias de base do clube.

Tinha o Sávio, Nélio, Fabinho, Marquinhos, Hugo, Índio… e o veterano Gilmar segurando a peteca ali atrás. Não é preciso dizer que o time não foi longe naquele Brasileirão – muito pelo contrário, ficou em 17o, inaugurando uma era de péssimos resultados rubro-negros no Nacional – e que não era o que podia ser considerado um bom time de futebol.

Eu, obviamente não fazia a menor idéia disso. A melhor época pra ver futebol é quando tu é muleque, bem mesmo a partir dos 12 anos. Tu vive o time, o resultado, não se importa com picuinhas políticas…

Naquele jogo, Sávio arrebentou. Era ali que eu e toda a torcida do Flamengo começavamos a perceber que ele era especial. Marcou dois gols contra o Bragantino, jogou muito contra o Corinthians e a consagração viria contra o então invicto Palmeiras.

Era a coisa mais linda do mundo ver o Flamengo, com aquele uniforme bem vermelho e preto da Umbro, marcar cinco gols. E três deles foram do Magno.

Alguém sabe o que aconteceu com ele? Lembro que ele seguiu no Flamengo até o final do campeonato, formando uma dupla bastante afiada com o Nélio, mais pra reta final, quando o time já não disputava nada e jogava um pouco melhor.

A última lembrança que tenho do Magno é que, após a vitória do Kléber Leite e a contratação do Romário, vários jogadores foram negociados e ele foi um dos que saíram do clube. Foi para o Grêmio. Lembro de assistir no Globo Esporte uma reportagem sobre ele chegando ao Olímpico, sob muita festa, e recebendo da torcida o apelido de “Romagno”.

Não sei quanto tempo ele ficou por lá nem pra onde foi depois, mas um outro muleque que foi junto com ele do Flamengo pro Grêmio, como contrapeso da negociação, dizem que se deu muito bem lá em Porto Alegre. Um tal de Paulo Nunes, que também apareceu na reportagem…

Hoje o futebol não tem a magia inocente daquela época. Nem temos a magia do Sávio infernal – um boi gordo inútil veste hoje a camisa número 10. Mas aquele primeiro jogo foi inesquecível.

Como eu sempre digo, torcer e comemorar título são duas coisas muito diferentes. Esse jogo foi um legítimo momento de torcedor, que não valia nada, mas que sempre vai ser especial pra mim.

Bem que o Mengão podia repetir pelo menos o placar dessa partida no jogo de hoje. Vai que baixa um Magno no boi gordo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: