h1

Mano Menezes e o novo Selecionado Brasileiro de Football

26/07/2010

Começou uma nova era.

Não, melhor. Recomeçou uma velha era.

A Seleção Brasileira seguiu perdendo gradualmente a identidade de patrimônio sagrado futebolístico do povo brasileiro desde 1994, quando venceu o tetracampeonato mundial nos Estados Unidos.

Por conta de episódios como a misteriosa convulsão de Ronaldo no Mundial de 1998, a derrota vexatória da putaria em 2006 até a contratação de um técnico-capacho de Ricardo Teixeira, Dunga, a equipe deixou de ser a “Seleção”, aquela velha conhecida do nosso coração para tornar-se uma instituição desfigurada, sem identificação com os torcedores fanáticos dos Flamengos e Corinthians do país.

Com pesar, apelidei esse desapegado time da CBF como Selecionado Brasileiro de Football, um convocado de atletas profissionais de futebol do nosso país, formando uma equipe e entrando em campo com cinco estrelas sobre o emblema da entidade de Ricardo Teixeira. Mas nunca, a Seleção Brasileira.

A Seleção de Dunga mudou um pouco esse panorama. A oportunidade de ver uma Seleção criticada, de futebol pegado e crucificada pela imprensa acendeu uma chama faz muito extinta. Aquela que fazia a gente ter muita vontade de ver o Brasil vencer, fosse para comemorar um título, fosse para calar a boca dos paspalhos da Rede Globo.

Eis que Dunga foi demitido. Chegou Mano Menezes. E, com ele, O Selecionado Brasileiro de Football.

Por melhor que seja o trabalho do novo técnico – e por melhor que tenha sido o de Dunga – A Seleção ainda não voltou. Estamos novamente frente a frente com o Selecionado da CBF, as mesmas cavadas de empresário, a volta da velha putaria, os mesmos amistosos caça-níqueis sem pretensões de servir como parâmetro técnico.

Até que se prove o contrário. A princípio, Mano Menezes terá quatro anos para isso, a não ser que algo de muito errado aconteça.

Essa primeira convocação deverá ser somente formada por jogadores que atuam no Brasil, já que os estrangeiros estão de férias. Entretanto, informações dão conta de que jogadores que atuam fora do Brasil mas que não foram à Copa do Mundo também poderão ser convocados.

Nesse momento, Ricardo Teixeira faz a apresentação do novo treinador. A convocação será apresentada em ordem alfabética, logo, demorarei alguns minutos até organizar a lista em ordem correta, ou seja, por posições.

Mano Menezes agora fala sobre a responsabilidade de assumir “um dos cargos mais importantes do país”. Nada de novo. E vamos lá…

Os primeiros convocados de Mano Menezes são:

Goleiros

Victor(Grêmio)
Jefferson(Botafogo)
Renan(Avaí)

Laterais

Daniel Alves(Barcelona)
Rafael(Manchester United)
André Santos(Fenerbhaçe)
Marcelo(Real Madrid)

Zagueiros

David Luiz(Benfica)
Henrique(Racing-ESP)
Réver(Atlético-MG)
Thiago Silva(Milan)

Meio-campo

Jucilei(Corinthians)
Sandro(Internacional)
Hernanes(São Paulo)
Carlos Eduardo(Hoffeinhein)
Éderson(Lyon)
Paulo Henrique Ganso(Santos)
Lucas(Liverpool)

Atacantes:

André(Santos)
Diego Tardelli(Atlético-MG)
Neymar(Santos)
Robinho(Santos)
Alexandre Pato(Milan)

Anúncios

One comment

  1. nnao gostei neymar robinho ainda vai mais o resto



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: