h1

… e olhe pra ISSO!!!

13/08/2010

O horror, o horror…!!

Lembra quando ele era Ronaldinho?

Por causa dessa… dessa COISA, desisti de viajar até Florianópolis para assistir ao jogo entre Avaí e Corinthians. Sim, o Fenômeno seria o motivo principal da viagem – eu pretendia, 14 anos depois, rever o atacante dentuço jogando no palco barriga-verde do Estádio da Ressacada.

Naquela ocasião do passado, fui ao estádio florianopolitano para conferir Brasil x Dinamarca, último amistoso da Seleção Olímpica brasileira em território nacional, antes de enfrentar um selecionado do resto do mundo e perder o ouro para a Nigéria de Kanu.

O Brasil venceu por 5 a 1, com um golaço dele, Ronaldinho, aos 19 anos, recém-contratado pelo Bracelona por 20 milhões de dólares.

Mas no próximo domingo não vai ter Ronaldinho na Ressacada. O motivo? Ronaldinho não existe mais. Deu lugar a Ronalduchãozão, esse que você enxerga na fotografia acima. E Ronalduchãozão não tem condições físicas de disputar uma partida profissional de futebol na primeira divisão brasileira.

É deplorável que a situação tenha chegado a esse ponto. É um desrespeito com a instituição Corinthians e com seu maior patrimônio, os torcedores. 2010 foi um ano decepcionante para quem esperava grandes atuações do camisa 9.

Quando o Corinthians venceu a Copa do Brasil e alcançou o maior objetivo de 2009 – disputar a Taça Libertadores no ano do centenário – todos apostavam que Ronaldo, exibindo bom futebol, seria a arma principal do Timão para conquistar o inédito título da competição. E todos perderam a aposta.

Ao invés de motivar, a classificação precoce para o torneio sulamericano fez com que Ronaldo se acomodasse. Sem precisar buscar a vaga no Brasileirão, o atacante acabou por jogar poucas partidas nesse campeonato, já que, a grosso modo, nem seria mesmo necessário.

Apesar de ter marcado 12 gols, um número bastante considerável, seguiu descuidando da forma. Simplesmente não ligava, não dava a mínima. Tudo apontava para o atual cenário: o descuido durante as férias, a péssima atuação na Libertadores, a pausa para a Copa do Mundo…

E aí virou Ronalduchãozão. Não quer mais saber de jogar futebol, não tem nenhum interesse em recuperar a forma. Não é chamado de ex-jogador em atividade simplesmente porque, para tanto, teria que de fato estar em atividade.

A única questão que impede que Ronaldo se aposente em definitivo, é o contrato com o Corinthians. Ronalduchãozão embolsa muito mais de 1 milhão de reais por mês sem jogar. Pior, sem jogar, sem treinar e sem ao menos buscar voltar a fazer tudo isso novamente.

O clube sabe que o compromisso será honrado até dezembro. Ronaldo também. Por conta disso todo esse teatro, toda essa enganação de jogos-treino e desculpas esfarrapadas dos médicos do clube. Por conta disso, o torcedor deve aceitar, constrangido, as impossíveis defesas que o técnico Adílson Batista é obrigado a fazer em prol da manutenção da dignidade do atacante.

O pior de tudo? Ele deixou de disputar algumas partidas no Brasileirão do ano passado para se recuperar de uma lipoaspiração, que em questão de poucos meses teve seus efeitos definitivamente anulados pelo estilo de vida boêmio e regado a exageros gastronômicos do atacante.

Se fosse no Flamengo, eu estaria revoltado, cornetando muito. Não importa o que Ronaldo já fez no passado. O Corinthians não gasta uma fortuna com seus salários e bonificações para que ele seja um símbolo.

Sim, ele fez com que empresas se interessassem em expor na marca Corinthians, beneficiou o clube com sua imagem. Mas o fez isso com o acerto de que, pelo seu lado,  jogaria futebol. Foi contratado para jogar futebol. E agora, mancha – mais uma vez – sua carreira com atitudes indignas para um astro de nível mundial, esperança da segunda maior torcida do país.

Ronalduchãozão é uma piada, uma anedota. Para o futebol, hoje, serve apenas para que os jogadores de Pro Evolution Soccer aumentem ao máximo a barriga de seus Ronaldos e divirtam-se com aquela coisa redonda e grotesca comendo a bola no videogame, único território onde o jogador não passa vergonha exercendo seu ofício.

Lembra quando ele era Ronaldinho?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: