Arquivo do Autor

h1

Clown

22/11/2010

A internet é mais cheia de trailers de filmes que nunca serão vistos do que um cinema do interior de Santa Catarina. O diferencial, nos casos online, é quando os trailers fake realmente são obras que valem a pena assistir.

Esse definitivamente é o caso de Clown, que, como piada e para conseguir um pouco de credibilidade, aparece creditado ao “Mestre do Terror Eli Roth(O Albergue, O Último Exorcismo, o cara com taco de baseball de Inglorious Basterds).

Todo o trabalho, muito bem produzido, lembra aqueles filmes de terror dos anos 90 – os poucos bons, não as bombas – com uma história que remete muito àquela época: papai não consegue um palhaço para a festinha do filho, então decide vestir uma roupa de palhaço misteriosa que, por mais que tente, não consegue mais tirar, tornando-se um palhaço-monstro ou algo do tipo.

Pra quem ficou com muita vontade de ver, uma boa notícia: rolam boatos de que Eli Roth, o de verdade mesmo, assistiu ao trailer, gostou muito e vai convidar a galera que fez para produzir o filme.

Certamente não ajuda contra o medo de palhaços, mas cara! pode sair um filmão.

h1

Beady Eye – Bring The Light

16/11/2010

Pouco mais de um ano após o fim do Oasis, começa a ficar claro quem era o verdadeiro responsável pelos longos intervalos da banda inglesa entre o lançamento de seus discos de inéditas e turnês.

Sem perder tempo, a Beady Eye – banda formada por Liam Gallagher, Gem Archer e Andy Bell, todos ex-Oasis mais o baterista Chris Sharrock, que também tocava na banda do Noel, mas como músico contratado – trabalhou em composições, gravou as músicas e se prepara para lançar o primeiro disco em 2011.

Bring The Light, ao que tudo indica, não é o primeiro single da nova banda. Não se sabe ao certo nem se a canção estará no disco de estréia do Beady Eye, mas é a primeira mostra do trabalho realizado pela galiera ex-Oasis.

O clip oficial de Bring The Light é esse aí acima. Já tinha ouvido a música, que estava disponível gratuitamente no site do grupo.

Assistindo ao vídeo e, após algumas audições, a música até fica melhor. Ainda assim parece mais uma daquelas composições do Liam tipo Better Man e Meaning Of Soul, sem estrutura nem refrão.

Possivelmente essa não será, digamos, “a melhor música do CD” e se todo o resto do material for desse nível, é seguro dizer que poderemos ter em mão um disco de rock bastante sólido. Ou, pelo menos, uma leve distração até sair o primeiro solo do Noel, o que, a julgar pelo modus operandi do velho Gallagher deve demorar mais un sete ou oito anos para acontecer.

h1

Sempre tem alguém…

12/11/2010

Sim, é uma idéia idiota, mas entre adaptações de HQ e antigas séries de TV, algo que sempre anda em alta em Hollywood são idéias idiotas.

Felizmente a “obra” ainda não foi responsabilidade de um grande estúdio, mas de algumas pessoas querendo um pouco de atenção no Youtube.

Eu admito que não tive saco pra ver inteiro, mas quem quiser pode se deliciar com todos os personagens do desenho – menos o Costelinha, que por motivos óbvios de baixo orçamento e idade canina já está morto – ou seja, muita gente pintada de azul e verde.

 

 

h1

As Aventuras de Gulliver

05/11/2010

Pelo trailer, até que pode sair coisa boa, mas o “3D” faz soar como mais uma produção feita nas coxa, sem graça e muito ruim que apenas usa do “novíssimo” advento tecnológico de fazer as coisas pularem pra fora da tela para mascarar uma montuera de defeitos.

De qualquer forma, é mais uma versão para o clássico de Jonathan Swift. O difícil mesmo será bater a insuperável Gullivera, de Milo Manara, que eu posto abaixo só a capa(tenho em carne e osso, indisponível para download):

h1

Pop!

05/11/2010

É lógico que o animal que filmou essa obra bacana não poderia ter subido a câmera um pouco no momento do orgasmo do milho.

Boa sexta-feira!

 

h1

Tudo normal

05/11/2010

O teaser poster do novo filme do Mel Gibson é mesmo adorável e olha, o longa parece mesmo que será um filme bem engraçado e divertido.

Mas quando você pensa em Gibson segurando um cartaz com os dizeres “sou um alcólatra anti-semita viciado na Igreja Católica que protagoniza escândalos domésticos de violência contra mulheres” a imagem aí de cima meio que perde seu poder de impacto…

Malditos judeus… né, Mel?

h1

Undead Nightmare

25/10/2010

Lembra no primeiro episódio de Friends quando o Ross diz “eu queria continuar casado” e aí a Rachel entre vestida de noiva no Central Perk, todo mundo fica e cara e o Chandler diz “e eu queria um milhão de dólares!”? Pois é, foi muito engraçado, mas não entrou um saco de 1 milhão de dólares no Café, assim como essa interessante manobra nunca teve  muito efeito também na vida real(Deus é testemunha de quantas vezes eu já tentei).

Isso é, amigos, até agora.

Em dado momento de minha jogatina frequente de Red Dead Redemption, encafifei cá com meus butão: “não seria a coisa mais jóia do mundo se, no meio desse Velho Oeste, no escuro, durante uma tempestade, láááá na paisagem houvesse alguma coisa muito, mas muito jóia, como um OVNI?”

E esse pensamento não tardou para se tornar um desejo sobre o que existe de mais jóia na cultura pop sobrenatural de monstros e afins.: zumbis.”não seria a coisa mais jóia do mundo se existissem zumbis aqui no Velho Oeste?”

E, como aconteceu com Ross e não com Chandler, meu desejo se tornou realidade(merda, deveria ter pedido o milhão de dólares). A Rockstar lançou um pacote de expansão chamado Undead Nightmare, que enfia uma porrada de zumbi nas cidades antes apenas habitadas por gente viva.

E fica ainda mais jóia: aos 11 segundos do vídeo, é possível ver, bem rápido, John Marston cara a cara com o… Pé Grande!! Melhor que isso, só se tivesse lobisomem. Ia ser massa, tipo, aí tu ia atirar no bicho e ele não morria, daí tu pensava “porra, é impossível matar lobisomem” daí depois tu entrava numa loja e tava lá pra comprar “silver bullets”. Aí tu falava, “meu como eu sou burro, é mesmo!” e todos riríamos pra burro enquanto você se equipa para caçar aquele maldito lobisomem.

Pergunta: quem tem Xbox destravado pode baixar? 😛